15% OFF
Direito de Vizinhança e a Perturbação da Paz Pública

Autor: Vitor Marabeli
Editora: Habermann
Categoria: Direito Civil
I.S.B.N.: 978-85-89206-28-0
Acabamento: Brochura 
Edição: 1 / 2011
Número de Paginas: 205

CAPÍTULO 1
DA TRISTE COINCIDÊNCIA, SURGIMENTO DO PROBLEMA, MEDIDAS INICIAIS, E OBJETIVOS
1.1 – Da triste coincidência
1.2 – Da permanência do problema; estratégia adotada; e objetivos

CAPÍTULO 2
MEDIDAS POLICIAIS, JURÍDICO-CRIMINAIS, E SUA ANÁLISE TÉCNICA
2.1 – Enquadramento penal das práticas da República Estudantil
2.2 – Da permanência das práticas pela República Estudantil, e minha sucessão de contragolpes

CAPÍTULO 3
DAS INÉDITAS MEDIDAS CÍVEIS NA COMARCA
3.1 – Ação de Obrigação de Não-Fazer C/C Pedido Indenizatório por Dano Moral no Juizado Especial Cível
3.2 – Nova Ação Cível (com Medida Cautelar) na Justiça Comum
3.3 – Da excelente iniciativa do Sr. Alcides de Jesus Marabeli

CAPÍTULO 4
SEQUÊNCIA DE MEDIDAS NA BUSCA PELOS OBJETIVOS
4.1 – A República Estudantil se fortalece, e nossa resposta é imediata
4.2 – A Decisão Judicial sobre Medida Cautelar na 2ª Vara Cível, e a tramitação da Ação Principal correspondente
4.3 – Da continuidade das práticas pelos Requeridos, mesmo diante da Medida Liminar obtida
4.4 – Uma medida potencialmente decisiva, mas não aceita
4.5 – Tentativa de aliança ao proprietário do Imóvel, e outras
4.6 - Das novidades da Ação Cível na 2ª Vara

CAPÍTULO 5
ACIONANDO TAMBÉM O PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL, LOCATÁRIA (MÃE DE DOIS "ALUNOS”), FIADORA (TIA DOS MESMOS DOIS "ALUNOS”), E IMOBILIÁRIA

CAPÍTULO 6
AS NOVIDADES REFERENTES AO PROCESSO CÍVEL JUNTO À 2ª VARA

CAPÍTULO 7
UM NOVO RUMO, UMA GRANDE POSSIBILIDADE
7.1 – Da Audiência do dia 22/02/2011 referente à Ação do Capítulo 5.

CAPÍTULO 8
DOS DESFECHOS FÁTICOS E JURÍDICOS
8.1 – Da Audiência do dia 22/02/2011 e os três dias subsequentes..
8.2 - No 23/02/2011 fui procurado por 03 integrantes da República Estudantil
8.3 – No dia 25/02/2011 foi proferida a Sentença da Ação contra a Locatária e outros
8.4 – Enfim, a República Estudantil deixou o imóvel!

Direito de Vizinhança e a Perturbação da Paz Pública
R$59,00 R$50,00
Direito de Vizinhança e a Perturbação da Paz Pública R$50,00

Autor: Vitor Marabeli
Editora: Habermann
Categoria: Direito Civil
I.S.B.N.: 978-85-89206-28-0
Acabamento: Brochura 
Edição: 1 / 2011
Número de Paginas: 205

CAPÍTULO 1
DA TRISTE COINCIDÊNCIA, SURGIMENTO DO PROBLEMA, MEDIDAS INICIAIS, E OBJETIVOS
1.1 – Da triste coincidência
1.2 – Da permanência do problema; estratégia adotada; e objetivos

CAPÍTULO 2
MEDIDAS POLICIAIS, JURÍDICO-CRIMINAIS, E SUA ANÁLISE TÉCNICA
2.1 – Enquadramento penal das práticas da República Estudantil
2.2 – Da permanência das práticas pela República Estudantil, e minha sucessão de contragolpes

CAPÍTULO 3
DAS INÉDITAS MEDIDAS CÍVEIS NA COMARCA
3.1 – Ação de Obrigação de Não-Fazer C/C Pedido Indenizatório por Dano Moral no Juizado Especial Cível
3.2 – Nova Ação Cível (com Medida Cautelar) na Justiça Comum
3.3 – Da excelente iniciativa do Sr. Alcides de Jesus Marabeli

CAPÍTULO 4
SEQUÊNCIA DE MEDIDAS NA BUSCA PELOS OBJETIVOS
4.1 – A República Estudantil se fortalece, e nossa resposta é imediata
4.2 – A Decisão Judicial sobre Medida Cautelar na 2ª Vara Cível, e a tramitação da Ação Principal correspondente
4.3 – Da continuidade das práticas pelos Requeridos, mesmo diante da Medida Liminar obtida
4.4 – Uma medida potencialmente decisiva, mas não aceita
4.5 – Tentativa de aliança ao proprietário do Imóvel, e outras
4.6 - Das novidades da Ação Cível na 2ª Vara

CAPÍTULO 5
ACIONANDO TAMBÉM O PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL, LOCATÁRIA (MÃE DE DOIS "ALUNOS”), FIADORA (TIA DOS MESMOS DOIS "ALUNOS”), E IMOBILIÁRIA

CAPÍTULO 6
AS NOVIDADES REFERENTES AO PROCESSO CÍVEL JUNTO À 2ª VARA

CAPÍTULO 7
UM NOVO RUMO, UMA GRANDE POSSIBILIDADE
7.1 – Da Audiência do dia 22/02/2011 referente à Ação do Capítulo 5.

CAPÍTULO 8
DOS DESFECHOS FÁTICOS E JURÍDICOS
8.1 – Da Audiência do dia 22/02/2011 e os três dias subsequentes..
8.2 - No 23/02/2011 fui procurado por 03 integrantes da República Estudantil
8.3 – No dia 25/02/2011 foi proferida a Sentença da Ação contra a Locatária e outros
8.4 – Enfim, a República Estudantil deixou o imóvel!